sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

A SIGLA

Segue a entrevista (na verdade só uma pergunta) que precisei fazer para um trabalho, no ano passado, da disciplina Teoria e Método da Pesquisa. Precisávamos fazer um "mini" Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). O tema que eu escolhi foi: A MPB como “braço” de resistência dos negros frente ao preconceito e à opressão.

----------------------------------------------------------------------------------
Pra você o que representa a MPB?

A MPB nasceu com a intenção de delimitar o que se produzia de música "boa" no Brasil. Ou seja, a elite intelectual cunhou o termo para diferenciar a bossa nova do brega; o forró da tropicália.

Acho que atualmente o termo MPB não dialoga mais com a realidade do cenário musical em nosso país. Ou tudo que é feito é MPB, o que inclui Calcinha Preta, Calypso e Tchê Garotos, ou o termo não tem mais sentido.

A sigla MPB tem se investido de uma nova roupagem, servindo para classificar expressões musicais que possuem dificuldades em se encaixar nos estilos mais conhecidos. Por exemplo, o grupo carioca Los Hermanos nasceu sendo classificado como uma banda de rock. Hoje a crítica musical encaixa o grupo sob a sigla MPB, só porque não consegue dar um nome ao som que eles produzem. Por isso que o termo MPB perdeu seu sentido inicial, pois tem servido apenas para definir aquilo que se tem dificuldade em se adequar a um único estilo ou ritmo.

Homero Dionísio, estudante do terceiro ano de comunicação social da Ufal.