domingo, 9 de agosto de 2009

Silêncios

O silêncio não é um pedaço de papel
O dinheiro é um pedaço de papel

Silêncio para compor
Silêncio para adentrar no íntimo do ser
Silêncio, silêncio, silêncio

Antunes e Brown andaram procurando o silêncio original

(letra de Salomão Miranda, inspirada no ensaio Solidão, do livro O Vazio da Máquina, de André Cancian. Com referências à música O Silêncio, de Arnaldo Antunes e Carlinhos Brown)

Para Ísis

eu amo mesmo
e fico com saudade quando tu viajas
ou quando viajo para viajar

eu quero que tu chegues para enroscar
meu corpo em teu corpo e assim nos confundir

guerreira, esbelta, altiva, menina
na elucubração fizestes pensar
e me sentir um homem pronto pra te amar