domingo, 2 de maio de 2010

"Eu youtubo, tu youtubas, eles youtubam": reverberações


Diálogo entre mim e Cláudio Jorge, violonista de Martinho da Vila, sobre postagem em seu blog acerca de questões concernentes à atual produção musical popular:

Eu:

"Olá grande Cláudio Jorge!

Vivemos um tempo de mudanças. E como em toda mudança, é necessário um tempo de adaptação. Eu me sinto privilegiado de ser um jovem músico de 24 anos de idade, acompanhando todo este processo.

Uma das mudanças desse novo tempo é o que estou fazendo agora: batendo papo com um músico famoso. O artista está ficando cada vez mais próximo do público, o que é bastante interessante, pois a arte não é feita simplesmente para o artista se exibir. A arte é partilha, é conhecimento, é da humanidade!

Seu samba oitava dor é muito bonito! Bela harmonia no violão! Gosto muito do seu disco "Amigo de fé". E, te digo sinceramente, se não fosse pela internet, nem sei se eu iria saber da existência de seus discos.

Um belo texto este seu. Foi muito bom pra mim pois participo de um grupo de estudos chamado "Música e Mídia".

É isso Cláudio Jorge. Pra mim é um imenso prazer escrever pra vc. Saiba que vc tem um admirador aqui em Maceió-AL. Ah! Gosto muito daquele seu samba "Coisa de Chefe", gravado por Aragão.

Abraço!"

Cláudio Jorge:

"Salve Salomão. Recebi com muito orgulho e prazer a tua mensagem. O pessoal anda meio preguiçoso em vir aqui comentar e prefere se comunicar comigo pelo e-mail. Esse texto rendeu muito papo sobre o assunto que você se dedica que é a tal mídia. Sou de uma família de jornalistas, avô, pai e filho. Caminhei pelo mundo da música mas fui contaminado por essa coisa de escrever observando o tempo em que vivo.
Conheci todos os lugares onde você viveu e vive, no tempo em que eu era guitarrista do Sivuca. Foram sete anos de estrada pelo nordeste tocando em festa de São João, saudades.
Viva a internet que nos proporcionou esse encontro. Um grande abraço e felicidades. Viva a música brasileira."

3 Comentários.:

Jack Moreira disse...

Hêta!Som bom da pôxa!!O jeitinho dele,a voz,me lembra muito o João Bosco,gosto demais dele.Muito massa o texto ou melhor o teu dialogo via blog com o artista.Só assim,posso e podemos conhecer um pouco mais de samba bom,sem precisar tanto do Faustão.Quando vejo esses caras ainda anônimos super cantando,com música boa, é quando vejo que conheço muito pouco ainda do samba que gosto.

Hasta luego...

Biblioteca disse...

Salomão, admiro sua iniciativa de postar sobre esse grande musico - Cláudio Jorge, o qual já acompanhou diversas personalidades da nossa música.
Gostaria de aproveitar para parabenizar o grupo Malacada pelo belo trabalho realizado aqui em maceió. Já os encontrei algumas vezes no Mandala, e estava no dia em que vocês deram uma palhinha no bar Recanto do Sol Nascente, próximo ao Mandala.

Parabéns. Sucesso à todos

Pedro Junior disse...

Youtubemos!